Inteligência artificial

Inteligência Artificial X Avanço da COVID-19: Laura publica artigo sobre o assunto na 5ª revista mais importante da área da ciência. 

Por Robô Laura - 17 de junho de 2021

Frontiers in Digital Health aprovou a publicação do artigo que traz informações relevantes sobre o uso da Inteligência Artificial em um cenário de avanço da COVID-19.

 

O avanço da COVID-19 trouxe oportunidades à inovação, especialmente ao uso da Inteligência Artificial para o acesso às informações médicas via telemedicina, além da triagem de pacientes e acompanhamento da evolução de sintomas.

E foi sobre esse assunto que o Instituto Laura Fressato se destacou. No dia 15 de junho, a revista Frontiers in Digital Health publicou o artigo “COVID-19 response supported by Artificial Intelligence in Brazilian municipalities: case report”. 

A Frontiers é a 5ª revista científica mais relevante da área, com alto impacto ao segmento. Cada artigo da Frontiers busca a mais alta qualidade, envolvendo autores renomados e os melhores cientistas e estudiosos do mundo. Ao todo, são mais de 1 bilhão de artigos vistos na Frontiers.

A revista tem alto impacto para pesquisas futuras e na sociedade, por isso, desempenha um grau rigoroso de revisões antes da publicação dos artigos inscritos. 

O artigo foi desenvolvido pelo Dr Hugo Morales e pela Enfermeira Jennifer S. Silva, ambos da Laura, e em conjunto com Adriano Massuda, Médico Sanitarista, Professor e Pesquisador da FGV. 

 

A Laura quer fazer ciência

Para aumentar a capacidade de gestão em nível municipal, foi desenvolvida uma plataforma alimentada por Inteligência Artificial, chamada Laura Digital Emergency Room. Ao oferecer uma forma inovadora para que os pacientes tenham fácil acesso às informações médicas via telemedicina, a plataforma apresenta uma solução para triagem de pacientes e acompanhamento da evolução dos sintomas da COVID-19.

No artigo foi analisado um caso sobre o uso do Laura Digital ER em três cidades diferentes. Cerca de 130 mil interações foram computadas pela plataforma e mais de 24 mil pacientes completaram a triagem digital. Quase metade (44,8%) dos pacientes foi classificada como tendo sintomas leves, 33,6% foram classificados como moderados e apenas 14,2% foram classificados como graves. 

Aumente a capacidade de atendimento do seu time

 

A implementação da tecnologia é uma oportunidade para discutir as conquistas, desafios e usos potenciais da saúde digital no sistema de saúde brasileiro em um contexto de emergência de saúde pública.

A missão da Laura é democratizar a saúde por meio da tecnologia. Assim, com a implementação desta inovação, foi possível constatar a viabilidade de aumentar o acesso à saúde de forma coordenada, mesmo em um cenário de pandemia. Ou seja, além de gerar consultas, a inteligência pôde fazer todo o acompanhamento de casos leves da doença.

Leia o artigo completo aqui!

 

Leia mais em:

> Como a Laura traz maior eficiência ao Sistema de Saúde?

> Jornada do paciente: como melhorar as etapas do atendimento?

> Crescimento da empresa x Promoções de cargos: conheça as mudanças internas da LAURA

Materiais premium

Conteúdos mais lidos