Gestão

A importância da integração dos sistemas de saúde

Por Robô Laura - 17 de março de 2022

Processos mais transparentes, menos custos operacionais e controle da jornada do paciente são algumas vantagens da integração dos sistemas de saúde. Na era da transformação digital, essa integração se tornou imprescindível para uma atuação mais eficiente nas unidades de atendimento, com  na agilidade dos diagnósticos.

São muitas as informações que circulam no universo corporativo, envolvendo consultas, exames, procedimentos, entre outros dados relevantes para a promoção da saúde de ponta a ponta.

Nesse sentido, a integração e a centralização dos dados são fundamentais para uma rotina de trabalho mais fluida, produtiva e criteriosa. É disso que falaremos neste post. Continue a leitura e veja por que se adaptar!

Integração de sistemas

A integração dos sistemas de saúde centraliza a base de dados necessária para o monitoramento constante de pacientes, estruturação de pré-diagnósticos e elaboração de análises preditivas. Quando as ferramentas de automação presentes na Atenção Primária atuam de forma conjunta, fica muito mais fácil corrigir gargalos e otimizar os tratamentos.

Além disso, a integração da base de informações é importante para evitar a sobrecarga de trabalho das equipes. Afinal, com acesso aos dados estruturados, a tomada de decisões ganha assertividade e agilidade, de modo que os colaboradores tenham mais tempo para focar naquelas demandas cujo fator humano é indispensável.

A automação de tarefas repetitivas e a desburocratização de processos como um todo colocam o paciente no centro do cuidado. Além disso, o risco de falhas operacionais diminui consideravelmente e a gestão fica mais humanizada.

Investir em tecnologia é, portanto, uma necessidade urgente para uma condução mais acurada dos processos em saúde.

Qual a importância da integração dos sistemas de saúde?

 A integração dos sistemas de saúde proporciona uma visão mais criteriosa dos processos e permite que o cuidado com o paciente seja priorizado.. Por isso, antes de escolher as ferramentas inteligentes que darão suporte tecnológico às operações em saúde, é preciso ter certeza de que esses softwares atuam de forma integrada tanto no segmento administrativo, quanto no controle da jornada do paciente.

Os softwares especializados permitem compreender a fundo os quadros clínicos e acompanhar as evoluções em tempo real. Isso acelera as decisões clínicas e influencia diretamente na qualidade de vida e no bem-estar do paciente, além de evitar custos extras com procedimentos repetitivos ou desnecessários.

A integração da base de dados também é muito relevante do ponto de vista do alinhamento e engajamento das equipes. Quando as informações estão centralizadas e devidamente organizadas, todos os membros do grupo saberão onde encontrá-las para fazer os encaminhamentos mais adequados, sem perder tempo operacional.

Vantagens da integração dos sistemas

O alinhamento do grupo, a redução de custos e a segurança do paciente são algumas vantagens imediatas da integração dos sistemas inteligentes em saúde. Mais do que organizar a rotina corporativa e evitar a sobrecarga de trabalho, a unificação traz qualidade e rigor para os serviços prestados – sejam eles administrativos ou de assistência ao paciente em si.

Quando os processos são mais eficientes, naturalmente as práticas se tornam mais humanizadas, visto que os colaboradores poderão direcionar seus esforços para essa demanda em vez de se preocupar em organizar manualmente uma base de informações soltas e desconexas.

Isso mostra o quanto o auxílio da tecnologia é primordial para o sucesso das operações. Resumimos os principais benefícios:

  • Processos mais transparentes;
  • Redução de custos operacionais;
  • Menos risco de falhas humanas;
  • Otimização da gestão financeira;
  • Mais segurança nos diagnósticos;
  • Equipes mais produtivas;
  • Pacientes mais engajados.

Como aplicar a integração dos sistemas de saúde?

Vimos que a integração dos sistemas de saúde agrega mais segurança e assertividade às operações, tornando a gestão mais sustentável e dando fluidez à rotina corporativa. Mas você deve estar se perguntando: como aplicar a integração de maneira criteriosa e confiável? O investimento em softwares de gestão é o primeiro passo para uma integração bem-sucedida.

existem diversas ferramentas inteligentes que prometem otimizar o diagnóstico de doenças, o agendamento de consultas, a gestão financeira e a análise de informações para maior compreensão do perfil da carteira de beneficiários.

Um bom software é o que possibilita integrar todas essas facetas para gerenciar as tarefas administrativas e a jornada do paciente por meio de dados estruturados.

Contar com um fornecedor especializado faz toda a diferença nesse contexto, garantindo a integração dos sistemas de saúde para que sua equipe só precise se preocupar com o que mais importa: o bem-estar dos pacientes ao longo de toda a jornada.

Se você também quer transformar processos com o auxílio da Inteligência Artificial, baixe nosso guia completo e comece organizando a Área de Atenção Primária na sua operadora de saúde!

Materiais premium

Conteúdos mais lidos