Contato
#borasalvarvidas

24/ago/2021

Compartilhar:

Para alcançar a certificação hospitalar é analisado criteriosamente se o processo de saúde garante o bom desempenho com foco na gestão integrada. Veja como o Hospital de Clínicas de Passo Fundo alcançou o ONA Nível 2 com a ajuda da tecnologia. 

 

Imagine a seguinte situação: um paciente é internado com queixas de dores abdominais fortíssimas. O quadro evolui rapidamente, mas devido ao alto volume de atendimentos, a equipe médica avalia a necessidade de transferência à UTI apenas após alguns dias, quando a gravidade já atingiu níveis preocupantes. 

Esse cenário pode ser mais comum do que você imagina. 

Por isso, é importante entender que quando um hospital está buscando certificações como a ONA, o objetivo é melhorar a qualidade de atendimento, seus indicadores e a jornada do paciente. Isso porque, essa certificação garante a otimização de processos hospitalares, o que se torna mais fácil com o auxílio da tecnologia.

Ou seja, a acreditação é um processo de avaliação do nível de qualidade de uma instituição de saúde. O objetivo é apresentar uma gestão organizada, com procedimentos estratégicos e competentes.

 

acreditação hospitalar

A Instituição

O Hospital de Clínicas de Passo Fundo é uma instituição filantrópica, referência macrorregional para a realização de procedimentos de média e alta complexidade. Os atendimentos são realizados a uma população de cerca de um milhão e seiscentas mil pessoas, correspondendo a cinco coordenadorias regionais de saúde do Rio Grande do Sul e região Oeste de Santa Catarina.

Com uma capacidade instalada de 300 leitos, o HC é referência também em serviços médico-hospitalares de alta complexidade: UTIs Adulto e Neonatal, Unidade de Emergência, Oncologia e Hematologia, Unidade de Dor Torácica e AVC –Tipo III, Hemodinâmica Cardíaca, Vascular e Neurológica e atendimento em saúde mental, entre outros

O HC foi o primeiro hospital no interior do Rio Grande do Sul a utilizar a LAURA que, junto com outras tecnologias, esteve presente no cenário de sucesso do Hospital de Clínicas de Passo Fundo. 

Continue a leitura e conheça o case!

 

Como foi o início da jornada?

Em 2018, o Hospital de Clínicas recebeu a visita da Acreditação para avaliação dos processos de qualidade na assistência e segurança do paciente. Foi neste período que o hospital conquistou o Certificado de Acreditação ONA – Nível 1. 

Após esta etapa, o HC investiu no processo de melhoria contínua e evolução para o Nível 2, que ocorreu em dezembro de 2020. O principal foco era acelerar os processos.

 

Conheça a estratégia usada pelo Hospital de Clínicas de Passo Fundo

O ONA Nível 1 é focado na Segurança do Paciente, já o Nível 2 inclui também a Gestão de Processos. Por isso, o impulso para conquistar novos patamares foi a vontade de fazer mais e melhor. 

O Hospital de Clínicas de Passo Fundo teve a intenção de otimizar o tempo de atendimento e contar com uma ferramenta que integrasse todo o sistema para todos os setores do hospital. 

São diversas ferramentas de inteligência usadas pela instituição para ajudar a garantir os resultados esperados pelo ONA. “Hoje o Hospital de Clínicas utiliza o Sistema de Informática MV para gestão do prontuário médico e multiprofissional e de todas as informações do paciente, o Sistema de Gestão Estratégica (MV) para o gerenciamento de ocorrências, riscos e documentos institucionais. Utilizamos também o sistema Scopi para o Gerenciamento dos Planos de Ação e Indicadores e a LAURA que nos ajuda na detecção precoce da deterioração clínica do paciente.”, conta Andressa Holsbach Berwanger Rigo, Coordenadora da Qualidade do Hospital de Clínicas de Passo Fundo.

Mas para alcançar o ONA Nível 2, algumas adaptações frente a pandemia precisaram ser feitas. Andressa Holsbach comentou sobre o assunto: “as dificuldades maiores foram as mudanças abruptas impostas pela pandemia já que, devido às medidas de distanciamento, as capacitações e reuniões presenciais não poderiam ser realizadas. Porém, apesar desta dificuldade, conseguimos nos adaptar a novos formatos, que permitiram otimizar nossos resultados.”, complementa.

 

Hospital de Clínicas de Passo Fundo e LAURA

O HC realizou um benchmarking em outros hospitais que já utilizavam a inteligência artificial para troca de experiências, sempre com retornos muito positivos. 

A implementação da LAURA ocorreu em duas etapas: primeiramente em postos de internação e posteriormente na Unidade de Emergência, Pronto Atendimento e alguns setores fechados. 

As equipes multiprofissionais demonstraram grande interesse em utilizar a Deterioração Clínica da LAURA, reconhecendo a importância no apoio à assistência e para que houvesse uma evolução em relação aos processos de Segurança do Paciente no ambiente hospitalar.

Após implementação nos setores, houveram treinamentos das equipes e ajustes com o desenvolvedor para adaptação de acordo com as necessidades do HC. 

O sistema contribuiu para que as equipes ficassem mais atentas a qualquer alteração dos sinais clínicos dos pacientes, através dos alertas gerados pelo sistema. “A tecnologia ajudou a diminuir complicações com pacientes em relação aos exames laboratoriais e sinais vitais não estáveis, mas que não eram considerados críticos.”, conta Andressa Holsbac.

 

> Acreditação Hospitalar: baixe o ebook e descubra tudo que você precisa saber para implementá-la em sua instituição de saúde! <

 

O ONA Nível 2

Neste nível de certificado é analisado criteriosamente se o processo de saúde garante o bom desempenho com foco na gestão integrada. Isso inclui treinamento, auditoria interna e estratégias de tomada de decisão.

A organização precisa atender a dois critérios:

1) cumprir ou superar, em 80% ou mais, os padrões de qualidade e segurança.

2) cumprir ou superar, em 70% ou mais, os padrões ONA de gestão integrada, com processos ocorrendo de maneira fluida e plena comunicação entre as atividades.

O certificado é válido por dois anos.

 

A LAURA no contexto da Acreditação Hospitalar

A tecnologia é o principal fator de entrega da LAURA, que vem crescendo e conquistando mais espaço para facilitar os processos dentro de hospitais e sistemas de saúde.

A LAURA caminha ao lado da instituição para garantir o sucesso do atendimento e para otimizar a trajetória de conquista da certificação na Acreditação Hospitalar. Afinal, o objetivo é gerar resultados coletivos, tanto para o paciente, quanto ao enfermeiro, médico e equipe de gestão. 

O Dr. Jair Libardoni, médico generalista e integrante da equipe de Sales na LAURA, comenta que a tecnologia está facilitando cada vez mais o sucesso nos atendimentos. “A LAURA é imprescindível para avançar na qualidade do atendimento ao paciente e na humanização. Apesar de ser uma tecnologia, ela aproxima os pacientes da instituição e ‘desafoga’ o trabalho do médico. Assim, ele deposita menos tempo dentro do prontuário e pode agregar ainda mais valor na atenção ao paciente.”, complementa Libardoni. 

Agora que você conheceu este case de sucesso, que tal utilizar os serviços de Pronto Atendimento Digital da LAURA na sua instituição para otimizar os processos internos?

A LAURA ajuda os hospitais a evitar danos e reduzir custos, por meio de análises preditivas. Com a Inteligência Artificial, pacientes em trajetória de deterioração clínica são identificados de maneira antecipada, dando ao time assistencial mais tempo para iniciar a gestão do cuidado.

 

Converse com um consultor e saiba mais! 

 

Leia mais em:

> Jornada do paciente: como melhorar as etapas do atendimento?

> Transformação digital na saúde: quais são os benefícios?

> Gestão Hospitalar: erros que comprometem a produtividade

 

Laura

Robô Laura

Escala e suporte de decisão para provedores de saúde por meio de tecnologia, acompanhando toda a jornada do paciente dentro e fora do hospital.

Cases Relacionados:

26/out/2021

Tecnologia x Sistema de Saúde: Adriano Massuda, Pesquisador da FGV, abre o jogo sobre a inovação aliada à gestão em saúde.

Ler agora
05/out/2021

O Hospital Mãe de Deus promove a medicina do futuro. Confira este case de sucesso!

Ler agora